Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças (...) Eclesiastes 9:10a (ACF)

Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens. Colossenses 3:23 (NVI)

"Existe um propósito maior que eu mesmo: as pessoas.”

APLF

Bem Vindo, Supervisor Local

PREENCHA A FICHA DE FUNÇÕES

CLIQUE ABAIXO PARA ACESSAR OS RELATÓRIOS

BANCO DE DADOS

Supervisor, seja bem-vindo à equipe de supervisão da Visão GUI – Gerando Uma Identidade. Seu papel é extremamente importante para caminharmos em unidade e alinharmos a visão em todas as Vida e Paz Church, por isso se dedique e abrace esta oportunidade.

A supervisão é algo que sempre sonhamos e hoje se torna uma realidade em nossas Igrejas. É bom ter você fazendo parte disso e nós queremos te dar algumas orientações sobre o processo de supervisão. Des- de já nos colocamos à disposição para qualquer dúvida e caso precise de orientação ou esclarecimento, entre em contato com Mauro pelo telefone ou whatsapp (33) 99916.7419 ou com Priscilla (33) 98859.0101.

Deus está fazendo coisas surpreendentes, nos levando a um tempo muito especial e estabelecendo pes- soas para isso! Você faz parte de uma equipe de “guardiões da visão”, por isso viva com paixão, sirva as pessoas com prazer e se envolva na realidade do trilho para que possa falar dele como algo que você acredita. Seu papel e sua postura são extremamente importantes para aquilo que estamos construindo e para o que vamos gerar no coração e no entendimento das pessoas.

Como supervisor, você precisa ser:

  • Apaixonado

  • Didático

  • Dinâmico

  • Curado

  • Constante

  • Alinhado

  • Filho

  • Submisso a governo

  • Portador e guardião da visão

Além disso:

• Não seja político
• Não se relacione por conveniência, mas sim pelo propósito

• Não faça acordos, pois a visão da Igreja é inegociável
• Preste contas sempre
• Não acumule informações nem pendências
• Peça ajuda sempre que precisar

A supervisão gera o alinhamento daquilo que nós acreditamos e, por isso, o supervisor precisa dominar, portar e amar a visão GUI. Tenha o conhecimento teórico, mas acima de tudo seja o exemplo e saiba como envolver as pessoas nesta realidade. E nunca se esqueça que a sua maior missão é “ajustar o caminho”.

No exercício da sua função, também saiba acessar e como falar, considerando aquilo que a outra pessoa é (inclusive as suas limitações). Saiba discernir a equipe, os alunos e as pessoas em quem você tocar. Entenda a melhor forma de abordar e nunca esqueça que você foi delegado à supervisão para servir as pessoas (você está indo em nome de alguém e representando a visão), por isso esteja sempre bem-disposto e acessível a elas.

Conheça a Visão GUI e sirva a todos com aquilo que você vive. Além disso, lembre-se sempre que você não é um cobrador de metas, mas um “idealista” que luta pela vida e pela saúde daquilo que acredita.

Orientações

Na realidade da ESCOLA DE PASTORES, seu papel é coordenar toda a equipe que serve à escola e manter a saúde do aprendizado da turma. Trabalhe constante e diretamente com a sua equipe e seja referência para os alunos. Além disso, atue em todas as frentes para que a ideia não se perca.

Dentre todas as suas funções, queremos falar especialmente sobre algumas:

• Reunião de planejamento – Você é responsável por coordenar toda equipe que colabora com a ESCOLA DE PASTORES, por isso estabeleça um dia e um horário fixos para se reunirem todas as semanas. Esta reunião precisa ser pelo menos dois dias antes do dia da aula (sugerimos que ela aconteça no dia do culto da semana em sua Igreja já que todos estarão juntos no prédio) para que você e a equipe tenham tempo hábil de providenciar e resolver o que for necessário para a aula. Reúna toda a equipe que serve à escola (secretário, responsável pelo lanche, professor da semana e etc), direcione e planejem juntos a próxima aula. Baseado no relatório de cada função, trabalhe coletiva e individualmente com a sua equipe. Esta reunião é importante para ouvir as pessoas que trabalham juntas, ajustar as funções, mo- bilizar a equipe para a próxima aula e ter sempre um planejamento seguro e feito com antecedência. Seja motivado e motive sua equipe. Você foi escolhido para manter viva a visão que Deus estabeleceu para esta Igreja.

» Comunicação – Além das reuniões, crie um grupo no whatsapp para resolverem pendências e falarem sobre as necessidades que surgirem ao longo da semana.

  • Relacionamento – Como falamos, não seja um “cobrador”. Você está edificando uma visão e precisa de pessoas que cooperem contigo, por isso saiba relacionar com as pessoas. Além disso, esta é uma das nossas experiências iniciais com a supervisão e você é o responsável por gerar a imagem de um supervisor para as pessoas. Se você for seco e frio, as pessoas associarão a supervisão a um controle ou uma fiscalização de dados. Por outro lado, se você se apresentar como alguém acessível e disposto a cooperar, as pessoas associarão a supervisão a um suporte ou uma ajuda para o que elas estão cons- truindo e trabalhando. Fique atento à sua responsabilidade!

  • Dias de aula – No dia da aula, seja o primeiro a chegar e receba os responsáveis por cada função, para ter certeza de que tudo correrá bem. Ajude a resolver qualquer imprevisto e lidere a equipe sem deixar de servi-la. Caso você seja o pastor e o professor da turma, alinhe a equipe para que ela funcione bem, mesmo enquanto você leciona a aula.

  • Avaliação do planner – A secretaria da escola cuida da correção das atividades e provas dos alunos, mas a avaliação do planner é por sua conta. Tenha um contato próximo com a turma e conheça cada aluno para que você consiga avaliar bem o planner de cada um e orientá-lo com relação a qualquer necessidade que perceba. Por exemplo, se você sabe que a pessoa trabalha, mas ela agenda 8 visitas para um mesmo dia, alinhe com ela e adapte as tarefas para um planejamento que seja “mensurável” e proporcional ao tempo do dia dela. Ou também, se uma pessoa não trabalha nem estuda e tem muito tempo livre, mas tem poucas “tarefas” em seu planner, ajude-o a remir melhor o tempo e o acompanhe de perto até que consiga fazer sozinho. A pontuação final do planner não tem a ver com a quantidade de coisas que a pessoa fez, mas sim com o que ela fez da melhor forma possível, dentro da realidade da vida dela.

  • Ajuste do planner em 15 dias – Quando usado da forma certa, o planner mostra a saúde do pastoreio de cada um dos alunos, por isso é importante que você acompanhe constantemente. Orientamos que cada planner seja avaliado a cada 15 dias. Ou seja, começando a ESCOLA DE PASTORES, após 15 dias faça a primeira avaliação do planner e observe se o aluno está usando bem seu tempo. Caso esteja, ótimo. Caso não, alinhe com ele os próximos 15 dias restantes do mês e o acompanhe. Também observe se a pessoa está trabalhando para alcançar as metas que ela estabeleceu e se os dias estão sendo produtivos.

  • Ajuste do planner em 30 dias – A cada 30/31 dias, avalie todo o mês do aluno e as ferramentas adicionais de controle de hábitos, calendário e metas. Após o primeiro mês você saberá melhor como direcionar e impulsionar cada aluno, por isso esteja ainda mais perto nesse momento. A pontuação do planner para este módulo será apenas ao final do terceiro mês, mas esse ajuste mensal é fundamental para que o aluno seja alinhado à realidade do pastoreio e se aproxime do padrão estabelecido para o seu ministério. Invista tempo com eles!

  • Novas células – NUNCA perca as novas células de vista! Essa é a atividade principal de cada aluno e merece sua atenção de forma especial. Alinhe com o secretário e cuide para que essa tarefa fique viva e seja falada constantemente no ambiente de sala de aula, no grupo de whatsapp, em conversas de alinhamento e etc. Cada aluno tem a responsabilidade de abrir uma célula “do zero” e ele precisa trabalhar para isso desde a primeira semana de aula da ESCOLA DE PASTORES. Estimule o aluno, se disponha a ajudá-lo, verifique se as células estão nascendo e, quando nascerem, acompanhe o cresci- mento de forma individual. Não deixe de observar e trabalhar para isso com muita frequência.

  • Relatório de aula – Caso você (supervisor) seja o professor da aula, não deixe de preencher o planeja- mento de aula (antes da aula) e o relatório semanal (após a aula). É com ele que você prestará contas com a supervisão geral da ESCOLA DE PASTORES. Caso você não seja o professor da semana, certifi- que-se de que o documento foi preenchido pelo professor para prestação de contas após a aula.

  • Relatório de supervisão local – Após a aula, tenha um tempo de prestação de contas com os respon- sáveis pelas funções da turma, preencha seu relatório de supervisão e esteja pronto para o contato do supervisor geral da ESCOLA DE PASTORES. Não procrastine nem deixe para depois para que as informações não se percam e também para que você receba o suporte necessário e adequado à sua realidade o mais rápido possível.

  • Kit do aluno – Leia, conheça e saiba como utilizar cada material do kit do aluno. Você precisa incen- tivar a turma a usar e fazer os ajustes necessários, por isso domine cada detalhe do material e saiba como usar para saber instruir.

  • Caixa da escola – Toda oferta recolhida será entregue a você ao final de cada aula (após contagem do tesoureiro da turma). Quando receber o valor, você deve entregar ao tesoureiro da Igreja, que guardará toda oferta arrecadada durante as aulas em um caixa específico (CAIXA ESCOLA DE PASTORES). Esse valor deve permanecer guardado até que haja alguma necessidade na escola. Surgindo a necessidade, você pode recorrer a essa reserva para resolver o que for necessário.

  • Planejamento pessoal – Use seu planner pessoal para incluir suas tarefas como supervisor da ESCOLA DE PASTORES. Além disso, seja o exemplo no planejamento para a turma.

  • OBSERVAÇÃO: Acompanhe de perto as notas, o planner e as células das pessoas da equipe. Essas pessoas precisam ser o padrão e o exemplo para a turma, por isso fique atento à qualidade do aprendi- zado e à dedicação de cada uma dessas pessoas.

 A pontuação geral do módulo é dada por 4 atividades principais:

»  Atividades e trabalhos - 200 pontos

»  Provas - 50 pontos

»  Planner - 100 pontos

»  Nova célula - 50 pontos

A soma total é de 400 pontos. Para aprovação no módulo o aluno deve atingir no mínimo 280 pontos.

PONTUAÇÃO